Diretoria da Seção Clínica

Diretora: Lilany Pacheco

Diretora adjunta: Cristiana Pittella

 

NÚCLEOS

 

Núcleo de Pesquisa em Psicanálise com Crianças

 

Coordenação: Andrea Eulálio

Coordenação adjunta: Cristiane Barreto

Horário: 20h30 às 22h30

Local: Sede do IPSM-MG

Inscrições: Secretaria do IPSM-MG

 

Ementa

O trabalho de pesquisa e investigação do NPPcri proposto para o primeiro semestre de 2020, será estruturado a partir do tema do XXIII Encontro Brasileiro do Campo Freudiano: “O feminino infamiliar”, articulado ao tema orientador da NR CEREDA BRASIL: “A diferença sexual”. Nessa perspectiva investigaremos o estatuto da criança em relação à diferença sexual, não a partir da natureza, mas da língua falada por cada um e de como cada falasser goza de sua diferença. Se falar uma língua é testemunhar o laço com a família enquanto lugar de transmissão do sexual, o que há de infamiliar em uma família? Como a criança se expressa em relação ao UM do infamiliar (Das Unheimlich) que habita as famílias contemporâneas? Como a criança aborda o “menos” inevitável, consequência da linguagem sobre o corpo com todos os mal-entendidos que advém daí? De que maneira podemos pensar a pergunta sobre o gozo feminino e a resposta perversa dada por alguns sujeitos?

 

MARÇO

Dia 04 – quarta-feira

Seminário teórico: “O feminino infamiliar – dizer o indizível”.

Andréa Eulálio

Dia 18 – quarta-feira

Seminário teórico: “Gide e a dependência do objeto feminino”.

Cristina Drummond

 

ABRIL

Dia 01 – quarta-feira

Caso E: Um estranho em seu corpo - Margaret Couto

Comentário: Lúcia Mello

Dia 07 – terça-feira

Apresentação de paciente.

Entrevistadora: Cristina Drummond

Local: Rua Padre Marinho, 150 - Santa Efigênia, Belo Horizonte

Horário: 10h às 12h

Dia 22 – quarta-feira

Seminário teórico: “Quatro perspectivas sobre a diferença sexual”

Tereza Facury

 

MAIO

Dia 06 – quarta-feira

Seminário teórico: “De onde vêm as crianças? ”

Cristiane Barreto

Dia 20 – quarta-feira

Seminário teórico: “O buraco negro da diferença sexual”

Suzana Barroso

 

JUNHO

Dia 03 – quarta-feira

Seminário clínico: Caso do CEPAI / FHEMIG

Comentário: Maria das Graças Sena

Dia 17 – quarta-feira

Seminário clínico: “A família apareceu! ”

Juliana Motta e Sérgio Mattos.

 

 

Núcleo de Investigação e Pesquisa em Psicanálise e Medicina

 

Coordenação: Maria Bernadete de Carvalho

Coordenação adjunta: Márcia Abreu Fonseca

Horário: 12h às 13h30

Local: Alameda Vereador Álvaro Celso, 271 - Centro, Belo Horizonte.

Inscrições: Secretaria do IPSM-MG

 

Ementa

Os trabalhos do NIPPM neste semestre estão orientados pela pesquisa a respeito das noções de infamiliar e de feminino na psicanálise, para examinar suas conjunções, sugeridas, de início, pelo fato de que ambas nomeiam experiências da alteridade. Ambas as noções ocupam essa posição limite com relação ao simbólico: dentro e fora dele; fora do simbólico, mas ainda assim, somente situável ou alcançável num além dele, contando com ele.

Nos seminários teóricos e clínicos estudaremos essas noções nos perguntando a respeito de como se dá hoje o encontro dos sujeitos com essas figuras da alteridade. Perguntamo-nos sobre as apresentações contemporâneas do infamiliar e dos recursos de que se dispõe para responder a elas. Interrogamos a produção tecnológica do infamiliar no corpo por intervenções médicas, as dificuldades com o feminino entre sujeitos anoréxicos e a travessia solitária do adolescente, em um território sempre estrangeiro, através de casos clínicos.

 

MARÇO

Dia 06 – sexta-feira

Seminário teórico: O infamiliar em Freud

Ana Maria Lopes e Maria de Lourdes Motta.

Dia 20 – sexta-feira

Seminário clínico: O Corpo - familiar e estranho

Fernando Bottoni e Guilherme Ribeiro.

 

ABRIL

Dia 03 – sexta-feira

Seminário teórico: O infamiliar e a segregação

Lucíola Macedo e Márcia Abreu Fonseca.

Dia 22 – quarta-feira

Primeiro Colóquio Internacional do Núcleo de Psicanálise e Medicina: Agressividade e violência institucional.

Horario: 08h30 às 17h30.

Atividade conjunta com o Núcleo de Psicanálise e Direito.

 

MAIO

Dia 08 – sexta-feira

Apresentação de paciente

Entrevistadora: Lilany Vieira Pacheco

Local: Ambulatório São Vicente

Endereço: Alameda Álvaro Celso, 271 - Campus Saúde - UFMG

Dia 22 – sexta-feira

Seminário teórico: Unheimlich, feminino e anorexia.

Délcio Fonseca e Cristina Vidigal

 

JUNHO

Dia 05 – sexta-feira

Conversa sobre a apresentação de paciente.

Lilany Vieira Pacheco e Maria Bernadete de Carvalho.

Dia 19 – sexta-feira

Seminário clínico: O infamiliar e a adolescência.

Cristiane Cunha e Roberto Assis.

 

Núcleo de Investigação e Pesquisa Psicanalítica nas Toxicomanias e no Alcoolismo.

 

Coordenação: Marcelo Quintão

Coordenação adjunta: Maria Wilma de Faria

Horário: 20h30

Local: Sede do IPSM-MG

Inscrições: Secretaria do IPSM-MG

 

Ementa

A droga, elemento estranho que pode ser usado na aproximação do sujeito com seu modo de gozo, em sua junção mais íntima, numa tentativa de construir um saber fazer sobre este, não sem gozar nesta aproximação. Como construir a função do analista neste trabalho com o que é infamiliar ao sujeito?

 

MARÇO

Dia 17 – terça-feira

Seminário teórico: O infamiliar nas toxicomanias

Marcelo Quintão

Dia 31 – terça-feira

Seminário clínico: Comentário da apresentação de paciente

Sérgio de Campos

 

ABRIL

Dia 07 – terça-feira

Seminário teórico: O uso de drogas e a devastação feminina

Ana Lydia Santiago

Dia 28 – terça-feira

Seminário Clínico:

Apresenta: Mariana Fonseca

Comentário: Fernanda Otoni

 

MAIO

Dia 05 – terça-feira

Seminário clínico: caso de Cláudia Generoso

Comentário: Laura Rubião

Dia 06 – quarta-feira

Apresentação de pacientes

Horário: 10h

Entrevistador: Jésus Santiago

Local: Centro Mineiro de Toxicomania - CMT

Endereço: Alameda Ezequiel Dias, 365 – Santa Efigênia – Belo Horizonte.

Dia 19 – terça-feira

Seminário Clinico: Um olhar clínico na perspectiva do trabalho da redução de danos.

Daniela Dinardi

 

JUNHO

Dia 02 – terça-feira

Seminário teórico: Sobre a família e a toxicomania

Cristina Nogueira e Lilany Pacheco

Dia 16 – terça-feira

Seminário clínico: O infamiliar do gozo nas toxicomanias

Luís Couto

 

Núcleo de Psicanálise e Direito

 

Coordenação: Mônica Campos

Horário: 10h30 às 12h

Local: Sede do IPSM-MG

Inscrições: Secretaria do IPSM-MG

 

Ementa

O trabalho de pesquisa e investigação do Núcleo de Psicanálise e Direito escolhido para o primeiro semestre de 2020, será estabelecido a partir do tema do XXIII Encontro Brasileiro do Campo Freudiano, “O feminino infamiliar”, articulado ao trabalho colhido pelo Observatório Violência e as Mulheres na América Latina. Para tanto, pesquisaremos a partir de Lacan, no Seminário 20, os discursos: da lei, da função da lei como uma organização fálica, ou seja, do falo como o que orienta o gozo; mas também o discurso sobre um gozo Outro, este que escapa ao regime fálico, estando localizado do lado feminino.

 

MARÇO

Dia 06 – sexta-feira

Seminário Teórico: O feminino e o fora da lei

Mônica Campos Silva

Dia 20 – sexta-feira

Seminário Clínico: Apresentação do trabalho do Observatório Violência e as mulheres na América Latina - Maria José Gontijo Salum

Convidada: Raquel Lara

 

ABRIL

Dia 22 – quarta-feira

Primeiro Colóquio Internacional do Núcleo de Psicanálise e Medicina:

AGRESSIVIDADE E VIOLÊNCIA INSTITUCIONAL

Horário: 08h30 às 17h30.

Local: Faculdade de Medicina

Atividade Conjunta com o Núcleo de Psicanálise e Medicina

 

MAIO

Dia 08 – sexta-feira

Seminário Teórico: Mulher Objeto

Ludmilla Féres Faria e Kátia Mariás

Dia 22 – sexta-feira

Seminário Clínico: Comentário de apresentação de paciente

Ana Lydia Santiago

 

JUNHO

Dia 19 – sexta-feira

Seminário Teórico: “O feminino infamiliar”

Kátia Mariás

 

Núcleo de Investigação em Psicanálise e Saúde Mental – Montes Claros (NIPS-Moc)

 

Coordenação: Andréa Guisoli Mendonça

Coordenação adjunta: Aparecida Rosângela Silveira

Horário: 20h às 21h45

Local: Dubai Suítes

Inscrições:

Christine Athayde - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Andréa Guisoli Mendonça - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Ementa

O estranho, o infamiliar como constitutivo do mais íntimo

Freud desenvolve a temática do estranho em 1919, estabelecendo que, aquilo que é estranho só o é porque tem uma marca de familiaridade. Ao relacionar o estranho à familiaridade, Freud aponta para os conteúdos recalcados e suas manifestações, portanto, o estranho supõe um contato prévio do sujeito com o inconsciente. Estas manifestações do recalcado produzem uma descontinuidade no discurso o que vem acentuar a sensação de estranheza no sujeito, aquilo que fica fora da simbolização, retorna do real. A impressão é a de que um outro sujeito ali se apresenta impondo o seu discurso.

Para a constituição do sujeito, Lacan concebe o Outro como o lugar do significante. Não obstante, na atualidade, este Outro não comporta mais a função de estabelecimento de uma rede de significantes em que o sujeito possa se enredar e se constituir. Na falta deste Outro orientador, o sujeito deixa de ter a referência do significante S1 que representava um significante para outro significante. Entre lacunas o sujeito se apresentava, guiado por este significante mestre, agora, o que se impõe é o um significante apartado da cadeia, o Um-sozinho que não faz rastro. Se o Outro é inconsistente, se S1 não faz cadeia, como pensar os vínculos sociais? Como se dará a operação analítica uma vez que a psicanálise parte da relação entre S1-S2 da transferência em tempos que o Um reina sozinho?

 

MARÇO

Dia 05 – quinta-feira

Aula Inaugural do IPSM-MG- vídeo conferência

Dia 17 –terça-feira

Seminário teórico - O estranho familiar: uma leitura a partir de Freud

Jeannine Narciso e Maria José Gontijo Salum

 

ABRIL

Dia 07 terça-feira

Seminário clínico – Sobre o que há de enigma e de infamiliar em cada um

Apresentação: Isabela Ruas

Comentário: Sérgio Laia

 

MAIO

Dia 19 terça-feira

Cinema comentado

Filme: Sonata de Outono

Diretor: Ingmar Bergman

Comentário: Maria Helena Gonçalves Fonseca

Horário: 9h30

 

JUNHO

Dia 09 – terça-feira

Seminário clínico - A destradicionalização – a cada qual sua norma

Apresentação: Sílvia Reis

Comentário: Cristina Vidigal

Dia 30 – terça-feira

Seminário teórico - O analista na era do Um-sozinho

Sérgio de Campos

 

REFERÊNCIAS

BASSOLS, Miquel. O bárbaro: Transtornos de linguagem e segregação. Opção Lacaniana online nova série Ano 9 • Números 25 e 26 • MARÇO/julho 2018. Disponível em: www.opcaolacaniana.com.br//pdf//_25. Acesso: 30/10/2019.

FREUD, Sigmund. (1919). O Estranho. In: Edição Standard Brasileira das Obras Completas de Sigmund Freud, vol. XVII, Rio de Janeiro: Imago Ed.1990.

MILLER, Jacques-Alain. Perspectivas do Seminário 23 de Lacan: O Sinthoma – Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 2009

­MILLER, Jacques-Alain. Extimidad. Buenos Aires: Paidós, 2011.

 

 

NÚCLEO DE PESQUISA EM PSICOSE

 

Coordenação: Fernando Casula

Coordenação adjunta: Maria de Fátima Ferreira

Horário: 10h às 11h30

Local: Sede do IPSM-MG

Inscrições: Secretaria do IPSM-MG

 

O INFAMILIAR E O INDIZÍVEL NAS PSICOSES

 

MARÇO

Dia 13 – sexta-feira

Seminário teórico: O estranho

Fernando Casula

Dia 27 – sexta-feira

Seminário Clínico: Comentário da Apresentação de Paciente

Comentário: Cristiana Pittella

 

ABRIL

Dia 03 – sexta-feira

Seminário Teórico: Do objeto à externalidade interna nas psicoses

Frederico Feu

Dia 24 – sexta-feira

Seminário Clínico: Apresentação de caso - a definir

Comentário: Juliana Motta

 

MAIO

Dia 15 – sexta-feira

Seminário teórico: O Homem de areia

Yolanda Vilella

Dia 29 – sexta-feira

Apresentação de paciente

Entrevistador: Wellerson Alkimin

Local: Hospital Raul Soares

Horário: 10h

 

JUNHO

Dia 07 – sexta-feira

Seminário teórico: Comentário do filme “O inquilino”

Cristiana Ferreira

Dia 28 – sexta-feira

Seminário Clínico: Comentário da Apresentação de Paciente

Maria de Fátima Ferreira

 

CIEN Minas

 

Coordenação: Aline Mendes

Coordenação Adjunta: Renata Mendonça

 

Ementa

“A desorientação dos adultos diante da diferença sexual apresentada pelas crianças”

Neste semestre trabalharemos a desorientação dos adultos a partir da diferença sexual apresentada pelas crianças e adolescentes. Esse ponto torna-se questão a partir de dois textos de Roy (2019) e Brousse (2019) que retomam as questões sobre a diferença sexual e como ela vem se apresentado na atualidade, pois, “a diferença sexual, classicamente binária, passa por uma desordem inédita” numa tentativa de pluralizá-la.

 

 

MARÇO

Dia 21 – sábado

ABERTURA DAS ATIVIDADES – CIEN IN LOCO

Impasse institucional:

Laboratórios responsáveis: “Juntos e não misturados”

Coordenação: Aline Mendes e Renata Mendonça

Anima a conversação: Ana Lydia Santiago

Horário: 9h30

Local: Centro Cultural da Universidade Federal de São João Del Rey/ UFSJ

São João Del Rey

 

ABRIL

Dia 29 – quarta-feira

Os profissionais se deparam diariamente com a nova forma que se apresenta a diferença sexual. Quais são os impasses destes profissionais diante disto?

Laboratórios responsáveis: “Docentes, doentes”, “Enigma, Saber e Escola,”

Anima a Conversação: Cristiana Pittella

Horário: 20h30

Local: Sede do IPSM-MG

 

MAIO

Dia 27 – quarta-feira

CINECIEN: Filme: “Eu, mamãe e os meninos” (“Les Garçons et Guillaume, à table”) França, 2013, 85min.

Direção: Guillaume Gallienne

Equipe Técnica

Roteiro: Guillaume Gallienne

Elenco: André Marcon, Françoise Fabian, Guillaume Gallienne

Sinopse: Como se tornar um homem quando sua mãe e as pessoas ao seu redor decidiram que as coisas devem ser de outra maneira? Esse é o desafio de Guillaume. Alem de um heterossexual que sai do armário, Guillaume é um ator que nunca deixou de amar as mulheres, talvez até demais.

Filme vencedor do César, Oscar do cinema francês.

Exibição do filme às 19h, seguida da conversação.

Anima a conversação: Maria Rita Guimarães

Horário: 19h

Local: Sede do IPSM-MG

 

JUNHO

Dia 10 – quarta-feira

O que os profissionais podem dizer da diferença sexual que se apresenta nas redes sociais? Como tratar isso que surge nas redes e não mais no privado?

Laboratórios responsáveis: “Além da Tela: psicanálise e cultura digital”; “Brota”.

Anima a Conversação: Bernardo Micherif

Horário: 20h30

Local: Sede do IPSM-MG

 

Referência Bibliográfica:

Brousse, M-H. O buraco negro da diferença sexual. CIEN DIGITAL n. 23 -Novembro de 2019. www.ciendigital.com.br

Roy, D. Quatro perspectivas sobre a diferença sexual. CIEN DIGITAL n. 23 – Novembro de 2019. www.ciendigital.com.br

 

Terceiro Colóquio Internacional da Rede TyA

COM O QUE SONHAM OS TOXICOMANOS?

Entre o rechaço e a eleição do inconsciente

 

Data: 18 de abril de 2020

COORDENAÇÃO: MARIA WILMA FARIA (EBP) E LUÍS SALAMONE (EOL)

COMITÊ CIENTÍFICO: Elisa Alvarenga; Ernesto Sinatra, Nadine Page, Nelson Feldman

Endereço: Ancón 5201, C1425BZC CABA, Argentina. Escuela de Orientación Lacaniana (EOL)

Horário: 9h às 17hs

 

Algumas perguntas orientarão o Colóquio:

  • Quando sonham, com o que sonham os sujeitos que usam drogas?

- Entre o sonho de estar consumindo e o despertar para consumir

2) O que do inconsciente pode revelar-se nestes sonhos? Haveria, por acaso, alguma particularidade nos sonhos dos consumidores?

3) Na direção da cura como passar do consumo de drogas ao “uso” das formações do inconsciente?

4) Como opera o analista hoje? Como manejar, não através do sentido, mas pela via do real do gozo?