Núcleo de Investigação e Pesquisa em Psicanálise e Saúde Mental


Coordenação
: Rosângela Silveira

Coordenação adjunta: Jeannine Narciso

 

Ementa: No descompasso entre ofertas universalizantes e singularidades, o psicanalista é convocado a se fazer presente com seu saber fazer, com uma prática que, ao conduzir um tratamento ou ação institucional, privilegia as particularidades de cada caso. Se por um lado, as ofertas universalizantes e protocolares fazem calar o falasser, por outro lado, a psicanálise, com a oferta da palavra e sem o furor de curar, pode possibilitar um certo alívio do mal-estar com o bem dizer, contrapondo-se à uma prática de medicalização generalizada.

O “analista útil, cidadão”, como refere Laurent (2004), deve estar presente na cena da pólis e deve se posicionar interrogando o uso dos instrumentos padronizados, algoritmos, nomeações e suas consequências para a subjetividade contemporânea. É nessa direção que se insere a nossa investigação do semestre que dialogará com fazeres e práticas cidadãs com a presença do psicanalista hoje e seus efeitos.

Referências:

ALVARENGA, E. O que a psicose nos ensina como política da psicanálise hoje? In: Correio. Revista da Escola Brasileira de Psicanálise. Estava Escrito...  Vol. 87.

FAJNWAKS, F. Não haverá algoritmo para digitalizar o psicanalista. In: Derivas Analíticas, Julho 2022, N. Atual. Disponível em: http://www.revistaderivasanalíticas.com.br/.index.php/algoritmopsicanalista

LAURENT E. Como engolir a pílula. In: Ornicar? De Jacques Lacan a Lewis Carrol. MILLER, J.- A. (Org). Jorge Zahar: Rio de Janeiro, 2004. 

 

23/08/22

Supervisão clínico-institucional: para além da miragem do suplemento de saber, o desejo do psicanalista.

Apresentação: Carlos André Moreira da Silva e Jânia Lurdes Pires Samúdio, supervisores em Centros de Atenção Psicossocial.

Comentário: Elisa Alvarenga.

Às 20:00 h.

Pelo Zoom.

 

20/09/22

Prática em um ambulatório: impasses  de um psicanalista diante da lógica da produtividade.

Apresentação: Andréa Guisoli  e  Mércia Pimenta.

Comentário: Helenice de Castro.

Às 20:00 h

Pelo Zoom.

 

18/10/22

Algoritmos, protocolos e conteúdos patrocinados: uma combinação problemática na clínica com crianças e adolescentes. Como o psicanalista se implica nesse contexto hoje?  

Apresentação: Maria Helena Fonseca e  Sílvia Reis Soares.

Comentário: Margareth Ferraz.

Às 20:00 h

Pelo Zoom.

 

22/11/22

Psicanálise X Inteligência Artificial: a promessa de controle das subjetividades.

Apresentação: César Rota - Professor do Centro Universitário FIPMoc e Maria Vitória Pereira de Jesus - Rede de Pesquisa em Governança da Internet, UNIMONTES.

Comentário: Márcia Rosa.

Às 20:00 h

Pelo Zoom.

 

 

© ipsm-mg