Neste semestre, o CIEN retomará a proposta lançada por Daniel Roy em seu texto “Pais exasperados – crianças terríveis”. Pretendemos recolher os efeitos da crise da família pós-moderna sobre as práticas interdisciplinares de intervenção com crianças e adolescentes. Quando o objeto indizível não tem lugar na família, ele se encarna na criança terrível, que faz par com a exasperação dos pais. Essa presença incômoda da criança e do adolescente repercute fora do âmbito familiar, no modo como esse sintoma de nosso tempo se insere nas instituições que se dedicam aos cuidados com crianças e adolescentes. Interessa-nos verificar não só como a nova gramática familiar determina a posição da criança nos espaços que ocupa, mas também como os profissionais se defrontam com esse impasse e em que medida ele interfere na posição que assumem em uma determinada prática discursiva. Para seguir nessa investigação em nossas Noites de quarta-feira no CIEN, abriremos o semestre com o CINE CIEN, com a discussão do filme “Você não estava aqui”, que nos apresenta o modo como a família se configura como um tratamento do gozo do corpo falante na problemática contemporânea. Nas três noites do CIEN seguintes, convidamos todos a um trabalho de conversação em torno de uma prática interdisciplinar que se vê às voltas com o lugar da criança ou adolescente como dejeto no seio do enigma familiar. A primeira conversação abordará o modo como isso se apresenta aos profissionais de uma instituição de saúde mental. Em seguida, abriremos uma conversa sobre o mal-estar ocasionado aos cuidadores que se dedicam às crianças e adolescentes em um espaço de acolhimento institucional. E, por fim, abordaremos o modo como a adolescência coloca em jogo os impasses de sua experiência no ambiente escolar. Aguardamos a todos que se disponham a conversar e investigar aquilo que o discurso engendra de impossível.

 

23/03 – CINE CIEN

Filme: Você não estava aqui (Sorry we missed you)

Animadora: Maria Rita Guimarães

 

20/04 – Conversação com profissionais da saúde mental

Laboratório: Mães e seus filhos

 

18/05 – Conversação com cuidadores de uma unidade de acolhimento institucional

Laboratório: Juntos e não misturados

 

29/06 – Conversação sobre a adolescência no ambiente escolar

Laboratório: Além da tela

© ipsm-mg