Expediente Almanaque – Nº 25

A Revista Almanaque On-line é uma publicação do Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais – IPSMMG. Periodicidade: Semestral ISSN: A reprodução ou a citação de fragmentos dos artigos é autorizada, desde que acompanhada das devidas referências ao autor, título, publicação (site Almanaque On-line), data da publicação e URL (link para a página). A reprodução total…

EDITORIAL – ALMANAQUE Nº25

PATRÍCIA RIBEIRO É com enorme satisfação que lhes apresentamos a 25ª edição do Almanaque Online, cujos trabalhos abordam um tema que nos foi inspirado pelo XXIII Encontro Brasileiro do Campo Freudiano, O feminino infamiliar, dizer o indizível. Neste número, trataremos do infamiliar nos laços sociais indagando como ele se insere nessa dimensão das relações dos…

O HOMEM E UMA MULHER E O IMAGINÁRIO

LÍVIA SERRETTI AZZI FUCCIO Psicanalista em formação (Aluna do IPSM-MG), técnica em assuntos educacionais (IFMG). Mestre em Desenvolvimento, Tecnologias e Sociedade (UNIFEI). Especialista em Elaboração, Gestão e Avaliação de Projetos Sociais  (UFMG). Pedagoga (UniBH).  livsazzi@gmail.com   ] Resumo Este trabalho busca localizar as disjunções da histeria e da feminilidade no diário de Anaïs Nin (1931–1932/1986). Para…

O INFAMILIAR E O OUTRO MAU

    IVAN VITOVA JUNQUEIRA Psiquiatra e psicanalista praticante, coordenador da Reunião Clínica no Complexo Penitenciário da Parceria Público Privada em Ribeirão das Neves ivanvitova@hotmail.com   Resumo O presente artigo é baseado em uma pesquisa realizada com uma populacão encarcerada, que recebe atendimento psicológico e psiquiátrico há mais de seis anos, e no qual se…

O ESTRANHO FAMILIAR: UMA LEITURA A PARTIR DE FREUD

JEANNINE NARCISO Psicóloga e psicanalista, especialista em Saúde Mental. Membro da EBP-MG/ AMP. jannarciso31@gmail.com Resumo Este texto apresenta um ensaio de Freud, no qual aparece um novo significante, que diz respeito ao aterrorizante, ao que causa a angústia e aponta o esmaecimento dos domínios entre o familiar e o estrangeiro. Retoma-se a questão com Miller ao…

O FEMININO INFAMILIAR: DIZER O INDIZÍVEL

    ANDRÉA EULÁLIO DE PAULA FERREIRA Psicanalista, mestre em Psicologia pela UFMG. Membro da EBP/AMP. andrea.eulalio@hotmail.com Resumo Tanto a palavra quanto a experiência do Unheimlich remetem a um ponto enigmático que é da ordem do indizível e do inominável, a algo irredutível e não mediatizado pelo simbólico e que não pode ser interpretado. Um fragmento clínico elucida…

A PSICOSE, O INFAMILIAR E O INTRADUZÍVEL

    FREDERICO FEU DE CARVALHO Psicanalista. Membro da EBP-MG/AMP Resumo O infamiliar é trabalhado por Freud como a emergência no campo da realidade de algo íntimo e secreto, que deveria permanecer oculto, e que é experimentado em seu oposto, ou seja, como algo estranho — infamiliar. O surgimento de alguma coisa que produz essa…

OS DIAS DO UNHEIMLICH  FAMILIAR[1]

    MARIANA SCHWARTZMAN Psicanalista. Membro da Escola de Orientação Lacaniana EOL/AMP Resumo Esta crônica relaciona a epidemia do coronavírus e suas consequências na vida cotidiana ao conceito freudiano de infamiliar [Unheimlich] e ao conceito de extimidade, proposto por Jacques-Alain Miller. Esses conceitos são abordados enquanto uma chave de leitura possível do momento atual e…